Usuário
Password
Esqueceu sua senha?

Malbec World Day

Um dia, uma celebração, uma estrela global

17 DE ABRIL, O PORQUÊ DA DATA ESCOLHIDA

A origem do Malbec encontra-se no sudoeste da França. Ali era cultivada esta cepa e com ela se elaboravam vinhos denominados “de Cahors”, devido ao nome da região, reconhecidos desde os tempos do Império Romano. Estes vinos foram consolidados na Idade Média e acabaram de se fortalecer na modernidade.

A conquista do mercado inglês foi um passo decisivo na valoração desta cepa na Inglaterra e no mundo. No final do século XIX, a praga de filoxera destruiu a viticultura francesa deixando o “Cot” no esquecimento, porém, a cultura de apreciação do Malbec já havia sido construída.

Sobre essa base se desenvolveu, tempo depois, o Malbec Argentino. Esta cepa chegou ao nosso país em 1853, pela mão do francês Michel Aimé Pouget (1821-1875), agrônomo contratado por Domingo Faustino Sarmiento para levar adiante a direção da Quinta Agronômica de Mendoza.

Seguindo o modelo da França, esta iniciativa propunha incorporar novas variedades de cepas como meio para melhorar a indústria vitivinícola nacional. Em 17 de abril de 1853, com o apoio do governador de Mendoza, Pedro Pascual Segura, o projeto foi apresentado perante a Legislatura Provincial, visando fundar uma Quinta Normal e uma Escola de Agricultura. Este projeto foi aprovado com força de Lei pela Câmara de Representantes em 6 de setembro do mesmo ano.

No final do século XIX, e pela mão dos imigrantes italianos e franceses, a vitivinicultura cresceu exponencialmente e, com ela, o Malbec, que rapidamente se adaptou aos diversos terroirs que a nossa geografia propunha e onde, inclusive, se desenvolveu melhor do que em sua região de origem. Desta forma, com o passar do tempo e com muito trabalho, perfilou-se como uva insigne da Argentina.

A gestão de Pouget e Sarmiento na Quinta Normal de Mendoza foi parte decisiva deste processo. O dia17 de abril é para a Wines of Argentina não só o símbolo da transformação da vitivinicultura argentina, mas também o ponto de partida para o desenvolvimento desta cepa, emblema mundial de nosso país.

MWD- EDIÇÕES

O MWD foi realizado pela primeira vez em 17 de abril de 2011. Nessa ocasião foram levados a cabo mais de 72 eventos em 45 cidades de 36 países.

A enorme transcendência internacional que o Malbec World Day vem conseguindo em cada uma de suas edições tem sido também graças ao apoio do Ministério de Relações Exteriores, Comércio Internacional e Culto da Nação Argentina. Mais de 40 representações da Argentina ao redor do mundo desempenham ano após ano um papel fundamental na repercussão que o Malbec World Day adquire nos meios internacionais.

Em 17 de abril de 2012, na sua segunda edição, foram realizados mais de 142 eventos em 68 cidades de 43 países ao redor do mundo. Os festejos chave se realizaram em Nova York, Washington, Los Ângeles e Seattle - USA - ; Ottawa, Toronto, Victoria e Vancouver - Canadá - ; Reino Unido, Holanda, Colômbia, Peru, México, Brasil, Costa Rica e Buenos Aires (Argentina).

Em 2013 foram realizados 106 eventos em 76 cidades de 50 países. O mundo inteiro homenageou a cepa insigne de nosso país.

Decidiu-se destacar este varietal como expressão artística e cultural e uni-lo à força comunicacional da “street art”, é por isto que artistas como Run Don’t Walk, Jaz, Pum Pum, Panamá Club, Planeta Cees, Cekis e Clandestinos pintaram murais em Mendoza, São Paulo, Nova York e Londres. Mais de 1,5 milhões de pessoas no mundo todo se somaram aos festejos. E mais de 300 vinícolas argentinas puderam apresentar com orgulho seus Malbec a diferente público.

Os festejos de 2014 exaltaram a cultura musical sob o slogan: “Ao som do Malbec” (ou “Ao compasso do Malbec”). Na sua origem ancestral, as festas báquicas apelavam à liberação dos sentidos através da sensualidade e do movimento, por isso, esse ano o objetivo foi realçar a qualidade rítmica do nosso vinho através da música. O ritmo do Malbec é como o seu sabor: indômito, intenso e vigoroso.

Malbec Making Noise foi a primeira feira de vinhos em honra a este varietal. Esteve dirigida aos jovens de 25 a 35 anos e a proposta incluiu degustar vinhos Malbec ordenados de acordo com seus tipos e estilos (rosados tranquilos, espumantes, tintos jovens, tintos de corpo médio, tintos estruturados, doces, etc.).

Este formato de evento realizou-se não só em Buenos Aires, mas também em Lima, Peru; São Paulo, Brasil e no Distrito Federal do México.

Em Londres, Reino Unido, e em Nova York, USA, foi levado a cabo o evento “Cambalache”, cujo objetivo foi proporcionar aos participantes uma experiência de imersão na cultura e no espírito da Argentina, nos quais o vinho é uma parte essencial.

Em total foram realizados mais de 60 eventos em 55 cidades de 44 países do mundo.

Na 5ta. Edição do Malbec World Day 2015 houve mais de 70 eventos em 64 cidades de 50 países do mundo para honrar a cepa insigne da Argentina.  Em todos eles foram exibidos três curta-metragens selecionados pela WofA e criados para que os espectadores puderam realizar uma imersão na cultura argentina e, especificamente, no Malbec, este moreno nascido na França que soube se transformar no maior argentino.

Este ano o evento teve como co-protagonista o cinema, assim como o vinho combina arte e indústria ao mesmo tempo.

Fazer cinema implica criar experiências audiovisuais, contar histórias, aguçar nossa percepção do mundo e inventar atmosferas que estimulam nossos sentidos.  A cinematografia engloba diversas disciplinas: fotografia, literatura (script), música, atuação e montagem. É um processo longo que inclui o trabalho de toda uma indústria. Sua parte final, a montagem, implica uma cuidadosa seleção dos elementos de trabalho e a realização de uma síntese perfeita.

Do mesmo modo, nosso vinho Malbec é arte, pois reflete nossa maneira de ser argentinos, simboliza nosso caráter, nossa paixão e nossa ferrenha relação com a terra, cria atmosferas íntimas que reforçam vínculos, dão aconchego e confiança, alteram nossa percepção sensorial; e é indústria porque reúne as capacidades de nosso capital humano e os avanços tecnológicos para melhorar com o tempo.

Lights, Camera, Malbec foi uma feira que foi replicada em New York, Estados Unidos; Lima, Peru; São Paulo, Brasil; Distrito Federal do México; Bogotá, Colômbia e Buenos Aires, Argentina. Também foram desenvolvidas campanhas com os principais retailers do Reino Unido, Canadá, Brasil e México para promover as vendas. Todas as ações tiveram como objetivo proporcionar aos participantes uma experiência de imersão na cultura e no espírito da Argentina, onde o vinho foi parte essencial.  Do mesmo modo, com o Ministério das Relações Exteriores, Comércio Internacional e Culto da Nação Argentina e os Governos Provinciais, foram levados a cabo eventos com jornalistas, compradores e convidados especiais, que incluíram degustações, shows de tango, comidas, em mais de 64 representações de 50 países ao redor do mundo.

Malbec World Day 2016: Celebremos um clássico!

Na sexta edição do Malbec World Day criado pela Wines of Argentina, e sob o conceito: “Celebremos um clássico”, serão realizados mais de 70 eventos em 70 cidades de 54 paíse com o apoio do Ministério de Relações Exteriores e Culto da Nação.

Mais um ano, e a Wines of Argentina, entidade responsável pelo posicionamento do vinho argentino no mundo, celebrará, junto ao Ministério de Relações Exteriores e Culto da Nação e à Corporação Vitivinícola Argentina, o Malbec World Day.

Para este sexto ano de festejo, a Wines of Argentina destaca que o Malbec se transformou em um clássico:

Um varietal clássico é aquele que se toma uma e outra vez, e através do qual se descobrem novas expressões do terroir e novas nuances de aromas e sabores. Um vinho clássico é aquele apreciado tanto por quem o experimenta pela primeira vez como por aqueles que o bebem assiduamente. Um clássico proporciona tanto prazer que nos convida a explorá-lo continuamente. Além disso, um clássico se transforma em um modelo. O Malbec transformou-se no paradigma do vinho argentino, é nossa cepa emblemática. Isto significa que, graças a ele, pudemos começar a aventura de descobrir o potencial de nossa indústria vitivinícola.

Com a presença de diferentes eventos nossa cepa insigne será homenageada nas principais cidades do mundo. Os festejos girarão em torno a eventos conceptuais para consumidores, feiras de vinho para a imprensa e o trade, degustações e promoções em lojas de vinho e restaurantes.

Calendário “O Malbec, um Clássico” 2016

Buenos Aires - 09 de abril
Bogotá - 14 de abril
Nova York - 15 de abril
Calgary - 16 de abril
British Columbia - 16 de abril
Toronto - 17 de abril
Mendoza - 17 de abril
Lima - 17 de abril
Londres - 15 a 17 abril
Montreal - 20 de abril
México DF - 30 de abril
Pequim - 23 de abril
Manitoba - 27 de abril
São Paulo - 28 de abril