Usuário
Password
Esqueceu sua senha?

Rio Negro: a região mais austral do país

Altura do vinhedo: 370 metros sobre o nível do mar
Temperatura média anual: 12/16 °C
Chuva média anual: 190 mm por ano
Superfície de vinhedos: 1.565,47 ha
Principais regiões: Alto Valle del Río Negro
Varietais predominantes: Sauvignon Blanc, Merlot, Pinot Noir e Malbec

O principal representante regional da Patagônia está situado na província de Rio Negro. O Alto Valle de Río Negro é um oásis de 120 kms de longitude com 8 kms em sua parte mais larga encravada na extensa, árida e selvagem chapada Patagônica.

Caminho ao Atlântico, também se desenvolveram o Vale Médio, e o Vale Inferior. Embora em ambos se pratique a vitivinicultura de maneira tradicional, somente os vinhos do Alto Vale conseguiram uma ampla e merecida repercussão em toda a Argentina e no exterior.

Situado a 370 metros de altitude, o Alto Vale do Rio Negro conta com um clima marcadamente continental, seco, com precipitações anuais inferiores a 190 mm e muito baixa umidade relativa. Os invernos são frios, ao passo que os verões se apresentam quentes e secos, proporcionando à região uma notável luminosidade e uma grande amplitude térmica. Ventos constantes que sopram da cordilheira austral aumentam a sequidão do ambiente e permitem uma excelente sanidade dos vinhedos.

O caráter singular da paisagem patagônica imprime uma forte personalidade a seus vinhos. Todos se destacam pela excelente relação entre álcool e acidez, produto da maturação lenta das uvas. São particularmente interessantes os brancos obtidos a partir do Semillón e Sauvignon Blanc, dotados de um aroma pessoal, com toques minerais difíceis de encontrar em outras zonas. Nos tintos se destacam amplamente os varietais de Merlot, Pinot Noir e Malbec, com boa intensidade na cor e muita tipicidade.

Mapa da região